Patologia - Desagregamento umidade ascendente

Causas Prováveis:

O problema não está na tinta ou na massa, e sim no reboco que está podre e esfarelando.

Na maioria dos casos isto ocorre por umidade ascendente, ou seja, a umidade do solo brota na parede e se acumula no reboco lenvando o mesmo ao apodrecimento.

Soluções:

Como neste caso o reboco está todo comprometido, o que se aconselha é remover todo o reboco, e faze-lo novamente. Aguarda –se então a cura do novo reboco (30 dias), aplica-se o selador acrílico e pinte novamente. Em casos em que o reboco está começando a esfarelar levemente, a aplicação do Fundo Preparador de Parede pode resolver.   

Para solucionar o problema de umidade ascendente deve-se remover 1 metro de reboco da parede, aplicar no tijolo argamassa polimerica e em seguida rebocar novamente com aditivo impermeabilizante para reboco e em seguida fazer o procedimento de pintura.

Mesmo com a impermeabilização do baldrame e das tres primeiras fiadas do tijolo a umidade ascendente pode aparecer se a argamassa (Reboco) em contato com o piso ou contrapiso não estiver impermeabilizada. O Reboco é altamente absorsivo e geralmente entre piso e rodapé existe uma fissura de movimentação, o que faz com que a agua de chuva e ou de limpesa do piso seja absorvida pelo reboco e suba na parede ocasionando uma umidade ascendente.

Já encontramos este problema em pavimentos superiores ou sobre lajes, ou seja, sem contato nenhum com o solo, isso mostra que a agua contida no reboco provém do contato do reboco com o piso, e na limpeza do piso com agua, o reboco absorve a mesma.